HALLOWEEN DE CONCURSEIRO

Atualizado: 1 de Nov de 2019



Se a gente se encontrar em volta de uma fogueira e cada um começar a falar, vai ter muita história de terror nessa vida de concursos. HAHAHAHAHA (aquelas risadas de filme).


Recentemente tivemos o caso da prova interrompida, barulho e correria no TJ-PA. Mas cada concurseiro também guarda experiências assustadoras de provas e estudos. Eu já tive algumas, vou contar um pouco.


Das minhas, lembro-me de duas: Fazendo Prova na Sibéria; e O Almoço Maldito - hehe. Uma é a história da minha primeira prova Cespe, e a outra é sobre a prova que fiz pro STJ. Vou contar agora, então senta que lá vem história: 🎃👻



FAZENDO PROVA NA SIBÉRIA

.

A primeira prova que fiz do Cespe, o que por si já amedronta muita gente, foi um concurso de 2015 pro antigo Ministério do Planejamento. Estudar eu estudara, confiante eu estava, mas não ouvi minha vó e esqueci de levar o “casaquinho”.


Pensei: ora, é uma prova em João Pessoa/PB, de tarde, 30 e tantos graus, não é possível... mas foi. As cadeiras eram marcadas e eu fiquei justamente, nem mais pra frente nem pra trás, onde caia todo aquele ar-condicionado absurdamente barulhento e CONGELANTE.


O desafio da prova que já não era pequeno virou algo desumano - sério mesmo. Eu pensava mais no frio que sentia do que se a questão 57 estava certa ou errada.


No final, não passei nem me classifiquei. Aliás, não devo ter feito muito mais que 50 pontos líquidos no final. Mas, vendo pelo lado bom, depois aprendi a fazer provas Cespe e ainda hoje coloco a culpa no frio. 👻



O ALMOÇO MALDITO

.

Estava eu em Brasília/DF pela primeira vez - pobre matuto. Tranquilo e faceiro eu já tinha acabado a prova de Analista do STJ pela manhã - mentira, tava esgotado, cansado e com fome.

.

Agora eu tinha que sair do local da prova 1, torcer que tivesse um táxi na porta da faculdade (não usava uber), ir correndo pro 2º local de prova e ainda encontrar algum lugar pra almoçar.


Cheguei no local, passeei em frente aos quiosques de comida e parei naquele que parecia mais limpo e tinha uma fila maior - MAIOR. Pedi o prato único: estrogonofe de frango e uma coca-cola.


Meu amigo, da 15ª questão em diante me bateu uma fraqueza, um suor frio, olhos pesados e tudo mais. O que diabos era aquilo?!


Eu olhava pro fiscal pedindo ajuda ele dormindo não via, eu pensava em ir no banheiro lavar o rosto e não tinha força, e pensava em deitar na cadeira e dormir mas perderia a prova. Que sufoco!


Resisti até o final, fiz a prova e marquei o gabarito. Ainda marquei 1 questão errada, que me tirou 1 ponto na nota final e atrasou em 3 meses a minha nomeação.


Sim, eu passei naquela prova de Técnico Judiciário do STJ, fiquei em 36º da ampla concorrência, tomei posse e estou feliz em exercício até hoje. Fica a lição de se preocupar ainda mais com o que vou comer antes de uma prova, e o pensamento de “e se...” eu não tivesse passado mal, qual seria minha colocação.



Agora que a história acabou, aproveita e conta aí alguma história sua, alguma “história de terror” que você viveu nos concursos ou que já ouviu falar.


Dia 31 de Outubro,

Feliz Dia das Bruxas!

Vá estudar!

20 visualizações
  • RSS - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco

vahestudar

SHTN, trecho 2, lote 4, Asa Norte, Brasília, Distrito Federal

CPF 062.687.884-51

Entrega de produtos online imediata

vahestudar@outlook.com

© Desde 2015.